Cinco minutos para o silêncio, para respirar. Ou… eu preciso deixar meu eu jogar.

Treino é treino, jogo é jogo. Amistoso não é jogo. Agora, o modo treino e o modo jogo deveriam ser um só, mas por algum motivo meus sensos não detectam essa urgência nos esportes. Eu sei que o meu modo treino funciona muito bem. Presente, focado em acertar a próxima bola, em fazer o próximoContinue a ler “Cinco minutos para o silêncio, para respirar. Ou… eu preciso deixar meu eu jogar.”

O fazer acontecer e o vale da desilusão

Quando iniciamos uma jornada temos uma certa esperança sobre o caminho. Temos animação, uma força de vontade e o desejo de ter sucesso nessa jornada, não tenho dúvidas. O problema é que normalmente o caminho não é limpo e tranquilo. Teremos bloqueios. Teremos problemas que nos farão pensar se estamos com a preparação correta ouContinue a ler “O fazer acontecer e o vale da desilusão”

Heroísmo e generosidade. No dicionário aparecem próximas, mas podem ser bem diferentes.

Nem todo herói usa capa, mas será que precisamos de pessoas heróicas? Atos heróicos acontecem após uma urgência, na minha experiência. E se fosse possível atuar na prevenção, de dar mais atenção para a descoberta? A generosidade pode ser um caminho para isso.

Formalismos podem ajudar no aprendizado

Formal é uma palavra que gera gatilhos por aqui. Formal pode estar conectado com educação, mas não precisa estar diretamente conectado com educação formal, do tipo ensino superior e trilhas que temos como padrão (faculdade, pós, etc.). Formal pode estar conectado com protocolos, com forma de se vestir, pode até indicar alguma rigidez, mas formalContinue a ler “Formalismos podem ajudar no aprendizado”

A importância das sensações práticas. Praticamente incomparável com a teoria e histórias que aprendemos.

Lembro quando fui apresentar um curso, na época de verão. Era um curso de extensão. A divulgação foi bem fraca e tinha uma sensação de que teria muito pouca gente presente. Para me ajudar na motivação, eu teria que me movimentar mais ou menos 40km para ir ao local e voltar para casa depois. UmaContinue a ler “A importância das sensações práticas. Praticamente incomparável com a teoria e histórias que aprendemos.”

É sobre encontrar maneiras melhores de fazer as coisas.

Não é sobre eficiência operacional, diminuir custos simplesmente. Não é sobre medições e mais medições. Como você faz para melhorar? Como você faz para questionar e instigar pessoas para pensarem sobre maneiras melhores de fazer o que fazem? Eu tenho um gatilho natural para isso. Por um motivo. Sou preguiçoso.

Sometimes, I don’t know what to do with my helper self

I do a lot of stuff daily. Most of the things I do are related to practice something, make something happen and help someone or a team. So, what exactly I don’t know about my “helper self”? In my case, it’s a decision about the vision about me, and people I would like to helpContinue a ler “Sometimes, I don’t know what to do with my helper self”