Canvas do aprendizado emergente? A importância do coletivo e da colaboração.

Aprendizado emergente. Eu aprendo via Design Thinking, estratégias de pesquisa e outras dinâmicas ligadas com análise de negócios a ouvir mais e mais. E entender que o ouvir pode acontecer de conexões emergentes. Através do Learning Canvas temos uma estrutura de pensamento que pode ser útil para operar em um ambiente de incerteza ao mesmoContinue a ler “Canvas do aprendizado emergente? A importância do coletivo e da colaboração.”

Priorizando baseado em importância e satisfação

Dan Olsen fala sobre produtos, sobre priorizar o que temos que fazer. Fala em importância e satisfação, modelo que aparece em diversas estruturas, mas o modo como ele trouxe em uma leitura que estava fazendo me pareceu tão… “como se pode pensar diferente”? Eu gosto de pensar em estratégias de priorização e entender quando possoContinue a ler “Priorizando baseado em importância e satisfação”

Planejando a empresa… imersões ou movimentos contínuos?

Dá para falar sobre isso pensando em lotes. A vida que a gente vive gera aprendizados. A partir das práticas que temos, aprendemos. Refletimos. E? Se queremos seguir fazendo o que fazemos, podemos organizar estruturas que nos permitam refletir sobre a prática e projetar “mudanças”. Mudanças que tornem o nosso trabalho mais leve. Aqui pensoContinue a ler “Planejando a empresa… imersões ou movimentos contínuos?”

Simplicidade. A arte de maximizar o trabalho que não precisa ser feito.

Lembro quando li o manifesto ágil pela primeira vez. Essa frase bateu muito forte em mim. Foi parecido quando descobri a disciplina de ritmo sustentável do extreme programming. Uma metodologia que falava sobre trabalhar apenas o suficiente? O mesmo quando aprendi sobre test driven development, que era uma forma de fazer design na mesma linha,Continue a ler “Simplicidade. A arte de maximizar o trabalho que não precisa ser feito.”

Se você tenta ser viável, saiba que você está no meio de um experimento. E tudo bem.

Um produto mínimo viável deveria ter simplicidade junto. Simplicidade nos termos dos princípios do manifesto ágil: a arte de maximizar o trabalho que não precisa ser feito. Se estamos buscando fazer algo viável, estamos em um experimento. Estamos vivendo com suposições e um monte de restrições que nos travam ou nos habilitam. O mínimo viávelContinue a ler “Se você tenta ser viável, saiba que você está no meio de um experimento. E tudo bem.”