Trabalho não tem nada a ver com tranquilidade. Humm… não mesmo?

Não é difícil perguntar para amigos como está o trabalho e receber como resposta “correria”. E eu já respondi assim muitas vezes. Quais as consequências no meu caso? Explico.

Desenhando estilos de vida e produtividade? Qual a relação? 

Total. Quando desenhamos os nossos dias e nosso funcionamento estamos procurando dias mais produtivos. A base para se fazer mais não é simplesmente pensar em “aumentar” as horas do dia. O tempo simplesmente passa. Não há o que fazer?

Se melhorar, não estraga não!

1. Se melhorar, estraga! 2. Em time que está ganhando não se mexe. 3. Hoje funciona, pra que fuçar nisso aí? 4. Eu levo uma semana para fazer este tipo de tarefa, mas não é trabalho não. Até que gosto! 5. Precisa ensinar pra outra pessoa não, eu gosto de fazer esta tarefa. Me sinto importante!Continue a ler “Se melhorar, não estraga não!”

Trabalhamos por uma causa?

Trabalhamos para gerar algo de valor, que se torna moeda de troca para que o queremos viver na nossa vida. Se conseguimos fazer isto ser algo compatível com os nossos interesses, e conseguimos construir objetivos que se unem a causas que temos interesse em lutar por, temos um belo diferencial competitivo.

Em que acreditamos?

Parece uma pergunta fácil, mas muitas das coisas em que acreditamos nem percebemos. Vale uma busca em entender o que temos de crenças, e principalmente ao começar uma busca pela nossa identidade, nossa essência. Vamos descobrir muitas crenças nesta busca. E como se desenvolve este processo?