Reportar erros ou evitar? Os dois.

Muitas vezes erros não são reportados, pela cultura de medo presente. Já estive em ambientes onde a resposta era “deixa a pessoa que usa o software reportar primeiro, não vamos corrigir antes“. Essa foi a resposta sobre um defeito encontrado em testes internos. Pelo menos foi permitido registrar como um defeito conhecido.  Depois ao longoContinue a ler “Reportar erros ou evitar? Os dois.”

Então não é possível desenvolver carreiras estando remoto? Sério?

Estava lendo um artigo falando que a pandemia e os trabalhos remotos trouxeram inúmeras oportunidades de trabalho, mas estão acabando com carreiras. Os argumentos indicados refletem o que vejo em diversos locais que atuam com informação e insistem em dizer que precisam estar “presenciais” para serem efetivos. Vou indicar o artigo, e você pode lerContinue a ler “Então não é possível desenvolver carreiras estando remoto? Sério?”

Disponibilidade funciona junto com responsabilidade. Como funciona a sua agenda?

Quando alguém fala que não precisa “bater ponto” automaticamente pode surgir um pensamento de que a pessoa precisa estar disponível 24x7x365. Dependendo de qual é o seu trabalho, isso pode até se configurar como verdade, mas normalmente outras variáveis entram para funcionar junto. Limites e restrições precisam estar presentes. Agora, com relação a responsabilidade, comoContinue a ler “Disponibilidade funciona junto com responsabilidade. Como funciona a sua agenda?”

Filosofia da tranquilidade

Considero a tranquilidade um estado de funcionamento essencial para podermos olhar a vida de verdade. Filosofia me permite observar, perceber, tomar consciência do que acontece ao meu redor e na minha própria vida. A tranquilidade me permite ver as coisas da forma mais presente e suave possível, independente do quão urgente uma situação pode seContinue a ler “Filosofia da tranquilidade”

Se você diz o que precisa ser feito, você pode até estar colaborando, mas não está em colaboração.

Quando você diz para uma pessoa o que ela precisa fazer e como ela precisa fazer, você até pode dizer que está colaborando com o crescimento profissional da pessoa. Afinal, a pessoa consegue modelar o seu jeito de organizar trabalho, sua maneira de priorizar, sua maneira de preparar o que precisa ser feito. Eu aprendiContinue a ler “Se você diz o que precisa ser feito, você pode até estar colaborando, mas não está em colaboração.”

Organizando eventos? Crie limites e objetivos. Evite “expectativas”.

Pessoas criam expectativas, geralmente (ou sempre?). Quem organiza, tem que organizar para gerar limites e objetivos. Por vezes queremos criar expectativas usando gatilhos de escassez e urgência, mas eu estou evitando ao máximo gerar este tipo de sentimento quando ofereço algo. O que vamos alcançar quando terminarmos uma reunião ou evento? O que queremos proporcionar?Continue a ler “Organizando eventos? Crie limites e objetivos. Evite “expectativas”.”