Você é repentista? Precisamos de repertório para funcionar no presente.

Você consegue funcionar no improviso, com o resultado da sua prática?Ou está repetindo e copiando de outros lugares? Do “by the book“? Uma das coisas que mais aprendo com a prática de consultoria e projetos “pressão” foi entender como ganhar contexto rápido sobre o que está acontecendo.

Organização de agenda, pensamento de produtividade e o improvável do dia a dia. Ou qual a probabilidade de um dia perfeito?

Bem improvável. Me conte sobre a sua agenda? Ou você tem uma lista de tarefas? Você tem o dia todo bloqueado? E como você faz para fazer o que aparece aí? Como você funciona quando precisa fazer nada? Como você faz para cuidar do improvável?

Se somente puder aprender alguma coisa, aprenda como você aprende.

Esse deveria ser o único assunto ensinado nas escolas, a única busca. Ao terminar o tempo de escola, cada pessoa deveria ter clareza de como ela aprende. De quais tipos de recursos são melhores para o aprendizado. De quais estilos de projetos e equipes ajudam mais no fazer e no aprender. É só isso. OContinue a ler “Se somente puder aprender alguma coisa, aprenda como você aprende.”

Valorizar o aprender, ou valorizar as histórias de aprendizado? Valorizar quem sabe ensinar a teoria, ou também exemplos reais de quem pratica?

Uma das coisas que fizeram eu voltar a dar aulas em certo ponto da minha vida era a possibilidade de contar histórias, sucessos e problemas que passei executando projetos, além do meu trabalho apoiando equipes e pessoas a realizarem o seu trabalho e a busca por serem melhores. Em dado momento me falaram que euContinue a ler “Valorizar o aprender, ou valorizar as histórias de aprendizado? Valorizar quem sabe ensinar a teoria, ou também exemplos reais de quem pratica?”

Jam Session. E por falar em saudade… let it flow, Dude!

A Jam Session foi um nome de evento que me aparece pelo amigo David Hussman. Em 2010 ele estava em Porto Alegre e me fala sobre a iniciativa. Um grupo que poderia se reunir para trocar ideia. E a partir disso a galera poderia chamar mais gente nos próximos eventos. Esse evento tinha uma regraContinue a ler “Jam Session. E por falar em saudade… let it flow, Dude!”

No início não havia nada. Mas dado que estamos vivendo tempo contínuo, existe uma agenda, mesmo que vazia.

Conforme os lugares que você atua, ter uma agenda vazia, tranquilidade, sem agendas, significa que você não é importante. Significa que você deveria estar ganhando novas ocupações. Tranquilidade incomoda. Depois, quando pessoas sem agendas cheias “conseguem” agendas cheias, vem a frustração e a saudade de quando as agendas eram mais vazias e contínuas para poderemContinue a ler “No início não havia nada. Mas dado que estamos vivendo tempo contínuo, existe uma agenda, mesmo que vazia.”