Como você classifica o trabalho que realiza? Sobreviver, desbravar, especializar, evoluir ou manter?

Tem muito discurso motivacional dizendo que a gente consegue o que quer, que somos capazes de alcançar o que queremos, que só precisamos de força de vontade. Esse tipo de discurso atrapalha e faz muitas pessoas desistirem. Afinal, porque você não estuda nas madrugadas e nos finais de semana? Por qual motivo você não dedicaContinue a ler “Como você classifica o trabalho que realiza? Sobreviver, desbravar, especializar, evoluir ou manter?”

Empatia pode ser evitar que pessoas se coloquem no nosso lugar?

Eu tive algumas lesões e torções quando jovem. Não foram experiências boas. Estas lesões me acompanharam durante a vida esportiva e sempre que vejo alguém passando por algo parecido tento passar um pouco da experiência e cuidados que tive nestas situações. Na prática quero evitar que as pessoas caiam nesse lugar que eu já estive.

Suponha, ou a ciência do chute.

CHUTE pode ser descrito como “cálculo hipotético universal técnico estimativo”. Uma definição para amparar a nossa incapacidade de ter uma certeza. É uma suposição, com tudo o que sabemos até aquele momento. Eu uso suposições para poder seguir em frente, quando me falta conhecimento sobre determinado assunto.

A oportunidade vai embora, lembra disso

Um professor uma vez me falou que oportunidade era para ser agarrada de frente. Depois dela passar, não existe “dar um jeito” de recuperar. Acredito muito nestes momentos e trago eles pra perto de mim quando penso em priorizar. Quando priorizo, estou dando atenção para oportunidades. Existe um processo de decisão, entendimento se algo vaiContinue a ler “A oportunidade vai embora, lembra disso”