Visão de produto? O que queremos fazer?

Quando eu vou pensar em um novo serviço ou produto normalmente passo por três tipos diferentes de dinâmicas a serem organizadas. Um box de visão de produto, uma frase bonita para me ajudar a posicionar e um entendimento de dores e ganhos para um determinado perfil de pessoa.

Não são documentos escritos em pedra e por vezes nem me dou o trabalho de passar a limpo para um documento oficial estes rascunhos, mas penso em situações para poder entender os caminhos que quero percorrer e começar a organizar metas e um backlog a ser percorrido.

Frase clássica da visão de um produto.

Geoffrey A. Moore no livro Crossing the Chasm (Atravessando o Abismo) tem um pitch para organização de pensamento de um produto. Não acho nada fácil responder estas lacunas em uma primeira tentativa, dado que cada parte desta frase abaixo permite grandes análises.

Para [cliente alvo],
que não está satisfeito com [solução atual de mercado],
o [nome do produto]
é [categoria do produto]
que [principal problema que resolve].
Diferentemente de [produto alternativo],
o nosso produto [principais funcionalidades].

Esta simples frase permite pensar em formatos diferentes de serviços a serem oferecidos e até entender que tipo de concorrência se deseja viver no dia a dia. Quais empresas vão se tornar sua competição? Como você vai se diferenciar?

Eu particularmente nunca usei a frase neste formato para divulgar um produto ou serviço que eu ofereço. Acabo usando alguma outra estrutura mais natural para divulgar, mas acho que a frase ajuda para uma comunicação interna e até para posicionar o jogo que a equipe de produto / serviço está jogando.

Box de visão de produto (product vision box)

Em 2009 eu tinha um conjunto de caixas de DVD (lembra dos DVDs) que usava para colocar uma folha A4 e vender um produto como se fosse uma caixa de um produto. Na frente colocava título, principais características, alguns detalhes importantes, na parte do verso adicionava algumas características operacionais.

Pensa em um produto que você pede no supermercado e quais características chamam atenção para você que é cliente. Faça o mesmo racional para o seu produto pensando em quem é cliente alvo deste produto.

O principal aqui é pensar em 2-3-4 características importantes que diferenciam o seu produto.

Value Proposition Canvas e Jobs to be done

O Canvas de proposição de valor permite pensarmos em quem atendemos, que valor a gente gera pra este cliente, que dores a gente consegue aliviar de clientes e entender que trabalhos estes clientes realizam.

Sobre este item, deixo referência para uma conversa que fiz sobre o Value Proposition Canvas e uma conversa que fiz sobre User Stories e Jobs to be Done. Saber também qual o problema estamos resolvendo ajuda bastante.

No fim do dia, estamos falando sobre como atender melhor nossos clientes e criar canais de escuta. Aqui vale aquela máxima: faça coisas que não escalam.

— Daniel Wildt

Extra: O podcast Empresa Mínima Viável tem uma proposta de valor descrita.

Acompanhe minha jornada de conteúdo, participando da comunidade e das entregas no projeto de crowdfunding “A filosofia da tranquilidade”, lá no apoia.se/dwildt.

Publicado por dwildt

Empreendedor / Desenvolvedor de Software / Mentor / Agilista / Escritor.

3 opiniões sobre “Visão de produto? O que queremos fazer?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: