Não culpe. Se responsabilize.

Uma das coisas que o estoicismo me ajuda é no entendimento do que está no meu controle e de poder ver a outra pessoa. A temperança trabalha pra calma e tranquilidade me ajudarem a observar mais que julgar.

O que acontece é só o que acontece. Importa é o que se faz a partir disso.

É mais do que comum a gente jogar pra fora da gente o que não deu certo. Não nos responsabilizamos. Queremos só a responsabilidade mas terceirizamos a responsabilização quando algo sai do eixo. Sempre queremos ter alguém para colocar como responsável mesmo. Até quando? Jogamos para o mercado, a internet, e outras entidades genéricas que permitem receber responsabilidade.

Exemplo simples, e real.

Como se eu pudesse ficar chateado com perto de 2500 pessoas assinando o meu youtube e colocar a culpa em um monte de coisa. Queria ter mais pessoas seguindo? É mais fácil eu me responsabilizar por não jogar o jogo de quem busca crescimento de canal. Eu não preciso atingir o mundo todo, não estou em um processo de dominação, mas e aí, tenho algum interesse? Onde estou me responsabilizando e buscando executar?

No caso específico do youtube comecei a levar mais a sério as horas assistidas. Tenho acompanhado e garantido que tenho feito ações para poder ter mais horas assistidas nos meus vídeos e no meu canal. Faço uma medição por trimestre. E comparo com o mesmo trimestre do ano anterior. No caso do primeiro trimestre de 2021, show, já estou com mais horas assistidas do que o primeiro trimestre de 2020. Depois comparo com o último trimestre, que no meu caso ainda faltam algumas horas para ultrapassar (você já assina o meu canal do youtube? :P). Isso me ajuda a saber sobre ritmo e sobre tendências do período do ano. Não faço isso pra ficar ajustando o trimestre, mas uso estas reflexões pro trimestre seguinte.

Olha pra esse exemplo e pega qualquer projeto ou ação que está no seu controle aí.

E aí? Você consegue deixar de se culpar e passar a se responsabilizar? Você consegue organizar o que aconteceu até agora, e pensar em atividades que pode realizar para explorar o assunto e organizar próximas ações?

Reflexão e adaptação. O ciclo da melhoria contínua. O ciclo da consciência.

Ciclos.

— Daniel Wildt

Extra: sobre temperança. E lembrar que progresso é importante, mais que a perfeição. E lembrar de saber se você está bem, e procurar ajuda caso não esteja.

Publicado por dwildt

Empreendedor / Desenvolvedor de Software / Mentor / Agilista / Escritor.

6 opiniões sobre “Não culpe. Se responsabilize.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: