O poder da multidão

Ou a necessidade de operarmos em abundância. Esse negócio de escassez ou abundância parece tão batido e óbvio mas não me parece ser real.

Não fosse isso não teríamos casos de pessoas que querem furar fila para receber uma vacina primeiro, que pegam todo o estoque de um produto para garantir a sua alimentação, ou que seguram e atrasam o seu trabalho e esperam algum tipo de “troca” ou motivação para poder priorizar.

Já ouvi de pessoas que não davam o seu melhor no trabalho por causa do valor que recebiam. Já ouvi pessoas querendo saber somente do que era relevante para elas, sem considerar a vivência em comunidade e o fato de que não somos o centro do planeta.

Somos algo bem pequeno dentro do contexto mundial. Agora, pequenos movimentos, positivos e intencionais, podem fazer muita diferença.

A primeira vez que fiz um apoio para um projeto de financiamento coletivo eu não pensava na recompensa. Eu pensava no valor (sacrifício) que eu poderia apoiar naquele momento que não iria comprometer outras vivências que eu tinha interesse em apoiar.

Quando eu peço para pessoas me ajudarem com valores pequenos como R$1 ou R$5 elas questionam sobre ser pouco, que elas poderiam oferecer valores maiores, mas o meu ponto é conseguir encontrar este ponto de equilíbrio.

No meu caso tenho uma parte do orçamento que direciono para projetos de financiamento recorrente coletivo. Tem projetos que faço apoio por alguns anos já. Tem projetos que apoiei por menos de 1 ano. Depende muito do que está acontecendo. Por vezes a pessoa criadora está deixando o projeto para seguir outros caminhos, por vezes a pessoa resolveu seguir uma direção que não me interessa mais, os caminhos são diversos.

E todos caminhos fazem sentido. No pensamento de abundância, sempre terão pessoas dispostas a estarem no projeto fazendo ele ganhar forma e crescer. O poder da multidão não é uma brincadeira. O poder da multidão é algo sério, mas somente quando a multidão toma consciência do seu poder.

Você com R$10 poderia apoiar 10 iniciativas diferentes. Poderia dar voz e visibilidade para cada uma destas iniciativas, influenciando mais pessoas a realizarem o mesmo movimento.

Ah mas eu gostaria de apoiar cada projeto com R$10. Então comece com R$1 e depois vá crescendo conforme a sua disponibilidade. Até encontrar o seu ponto de equilíbrio.

O que é o ponto de equilíbrio. É saber que caso você precise economizar por algum motivo, que os seus projetos / apoios não sejam a sua primeira opção. Que você faça os seus apoios acontecerem mas que eles não sejam impedimento para outros gastos e investimentos que você tenha. Que você leve cada projeto que apóia com força e com intenção.

Eu notei que me interesso mais por projetos contínuos do que por projetos eventuais, mas entendo cada pessoa com a sua arte e forma de lançar estas ideias para o mundo. O meu ponto de apoio com projetos contínuos é porque eu quero apoiar o processo, não o resultado. O resultado eu sei que vai aparecer, e outros virão.

O poder da multidão é forte, é abundante, é presente, positivo, e vai sempre crescer. E a gente entra neste jogo através de energia financeira, dentro dos nossos limites, ao tempo que movimentamos nossa energia para diferentes projetos. Todos eles tem algum impacto positivo para causar. Conteúdo para acalmar, conteúdo para ensinar, conteúdo para fazer pensar. E conteúdo pode ser texto, vídeo, áudio, música, livro, produtos físicos, cartoon, cartão postal, pode ser um determinado serviço sendo entregue para uma comunidade, tem tanta possibilidade.

Só que é preciso ter calma. E tranquilidade. Porque tem projeto que começa bem e cresce rápido. Outros vão crescer de pouquinho em pouquinho. E esta paciência e acreditar no processo é a grande diferença.

O pensamento de abundância e do processo é que vai ajudar no percurso.

Resolvi fazer um vídeo contando um pouco da minha história com o crowdfunding e agradecer 24 pessoas que estão comigo atualmente no projeto, causando um impacto muito positivo para as minhas entregas. Em 2020 publiquei 2 treinamentos (essencial scrum e 5 dicas e #vivaseutempo), terminei três livros (essencial scrum, da visão à produção e #VivaSeuTempo) tendo o apoio desta galera toda acontecendo. Fiz eventos e palestras e produzi mais de 20 palestras que foram feitas para este público.

O que você acha de produzir conteúdo pensando em 24 pessoas? Eu acho o máximo. E espero que a minha comunidade cresça, não só no projeto em Português mas no projeto em Inglês também, mas agradeço cada pequeno movimento que acontece.

Então todo este texto para abrir caminho para este vídeo, que reflete um pouco deste meu momento e movimento com o financiamento coletivo.

Na descrição do vídeo adicionei diversas indicações sobre projetos e conteúdos que me inspiram e me acompanharam nesta jornada.

— Daniel Wildt

Publicado por dwildt

Empreendedor / Desenvolvedor de Software / Mentor / Agilista / Escritor.

2 opiniões sobre “O poder da multidão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: