Por vezes o parar de fazer é mudar o jeito de fazer.

Quando você pensa em parar de fazer o que está fazendo, pensando que isso pode ser deixar um projeto, deixar uma empresa, deixar um negócio.

Você faz reflexões e atua preventivamente, ou deixa o copo transbordar e mal consegue olhar pra frente?

Isso me lembra da reflexão de quais são os limites que colocamos para o nosso dia a dia. Tenho revisado meus limites, e reduzido a “paciência” em todos eles.

Me vejo percebendo que estou respirando mais. Isso pode ser bom, e também indica que estou fazendo paradas durante o dia para retomar a presença e o presente. E normalmente tem alguma frustração envolvida.

São detalhes, mas percebo que a cada dia consigo entender mais padrões, e a cada processo de escrita consigo organizar mais as ideias.

Por vezes o parar de fazer é mudar o jeito de fazer.

Não é deixar de fazer.

— Daniel Wildt

Publicado por dwildt

Empreendedor / Desenvolvedor de Software / Mentor / Agilista / Escritor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: