Documente suas histórias

Quer levar uma vida mais fácil? Somente fale sobre o que você já fez, de prática. Conte uma história do seu passado, de um projeto, de um evento, de alguma jornada que você viveu. Melhor que isso, conte enquanto você faz.  Documente o que você faz.

Pode ter certeza que vai ser bem mais fácil de contar as histórias que você viveu.

Quando você palestra ou compartilha sobre um assunto que não é o seu dia a dia, nem a sua crença, você fica frágil, e não vai ser fácil sustentar seus argumentos. E com isso não digo que você não pode falar sobre introduções a determinados assuntos. Se você fala sobre seus aprendizados e principalmente sobre as dificuldades na jornada, pode ter certeza que você vai ter a melhor palestra sobre introdução possível.

Preste atenção sobre o que você está querendo partilhar.

A palavra e a partilha são partes essenciais para o caminho de desenvolver indivíduos e organizações em contínuo aprendizado.

— Daniel Wildt

O Gary Vaynerchuk já fala: documente, não crie.  Vá para a prática, e documente esta prática. Pense em um skatista. A gente olha aquela manobra excelente, ou aquela foto do Jorge Oleques clássica que ainda terei em uma parede da minha casa, mas o valor do skatista não está por ali. O valor está na jornada de conseguir fazer aquela manobra, de não desistir. Esse é o exemplo do Christian Flores.

Eu também tenho brincado com isso, mas no basquete, gravando meus treinos de lance livre. Normalmente eu apenas publicava o resultado final, fazendo 22 e também 23 arremessos de lance livre certos. Tempos atrás publiquei até um com 10 lances livres certos, que é meu combinado para poder ir embora do treino. E aí me reclamaram porque só 10… na verdade naquele vídeo eu só acertei 10 mesmo. 😛

E aí veio a ideia de gravar e publicar uma sessão inteira, e lá se foram +22 minutos até conseguir fazer. Eu pensei em desistir da gravação pela metade. Se você olhar no minuto seis do vídeo eu chego a ficar perto da câmera, pra desligar e ir embora, mas resolvi seguir. Estava cansado, queria ir embora, mas puxa, que oportunidade de registrar essa jornada. E foi legal passar por mais essa limitação. 😀

Update 2021: No fim, sempre tem o quanto que isso gera de valor para alguém. Estes vídeos acabam servindo como visões de progresso, e formas que tenho de acompanhar meus treinos, mas o fato era que tinha muito trabalho extra neste processo e não encontrei formas de tornar este conteúdo divertido para ser produzido nem publicado (talvez em algum momento fazendo um vídeo de reação quem sabe? :P).

Descobri que poderia fazer a mesma coisa enquanto produzia um treinamento online. Documentar a jornada e as etapas de treino. Fiz isso ensinando sobre gestão de projetos e um pouco de metodologias ágeis para o meu público. E o mais legal é que o resultado gerou um treinamento em vídeo e um livro, ambos gratuitos, falando sobre princípios, valores e o essencial do Scrum.

No fim, o trabalho de documentar envolve manter o nosso progresso fazendo algo.

No caso do basquete, hoje em dia uso um aplicativo chamado HomeCourt.ai para manter meu histórico, e não preciso ficar editando vídeos nem contar quantos arremessos acertei ou errei, posição da quadra, estilos de arremessos, o aplicativo faz tudo que preciso para poder acompanhar meu progresso e definir novas metas. E para ajudar no compartilhamento, tenho deixado estes registros no perfil no instagram.

— Daniel Wildt

Publicado por dwildt

Empreendedor / Desenvolvedor de Software / Mentor / Agilista / Escritor.

2 opiniões sobre “Documente suas histórias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: