Fora do piloto automático existem princípios.

Durante muito tempo da minha vida eu tinha um algoritmo para tudo.
Ainda tenho para muitas coisas.

Em tecnologia é importante ter políticas e procedimentos a serem executados quando algumas situações acontecem. Talvez você nem saiba como resolver um problema, mas você pode saber caminhos para percorrer, que ajudam na organização da resolução.

As políticas também ajudam neste processo, mas para se criar uma política, é importante ter identificado um padrão, um problema.

Agora, isso é lindo, se você trabalha com algum tipo de atuação com um modo conhecida.

Continue a ler “Fora do piloto automático existem princípios.”

Mais do que isso, ou simplesmente aproveitar o agora?

Tem gente que fala que o segredo é viver uma vida de muito trabalho, para chegar aos 60+ anos de idade e poder descansar em algum local. Aproveitar a vida. Aos 60? Recebi essa hoje e automaticamente pensei em como vai estar meu jumpshot aos 60? Vou conseguir acertar arremessos de três pontos com essa idade? Meus joelhos ainda vão existir?

Eu sei que muitas destas respostas começam a ser respondidas com o entendimento de como estou cuidando de mim neste exato momento.

Só que junto disso, vem uma questão de expectativa. Por qual motivo a gente posterga algo para um momento que talvez não exista, ainda mais sabendo que agora você já consegue fazer?

Será que nos ensinaram a sonhar demais? Faltou limite?

Continue a ler “Mais do que isso, ou simplesmente aproveitar o agora?”

Contenha

Quando alguém está muito acelerado a gente por vezes tem que conter a pessoa.

Indicar que ela está muito a frente, e que precisamos que ela diminua a velocidade das ideias. Mais devagar, falar um pouco mais, muitas opções aparecem.

Por vezes, pode ser pura incomodação também… e a contenção está mais para impedir a pessoa de se jogar em um caminho que pode causar mais problemas do que soluções.

Continue a ler “Contenha”

Tem dias que eu nem olho a previsão do tempo.

Quando estou organizando minhas sessões de caminhada e arremessos, presto atenção na previsão de tempo, olho possíveis horários para poder fazer as práticas e fico de olho em qualquer mudança, pensando em alternativas.

E hoje por exemplo notei que eu estava tão focado com a entrega de uma atividade que eu nem pensei a respeito do tempo. Agora, pouco tempo atrás, fui me ligar de olhar pra essa informação.

Preocupações seletivas. Ou será sempre a questão do reabastecimento?

Continue a ler “Tem dias que eu nem olho a previsão do tempo.”

O que fazer quando as coisas acumulam?

Eu tenho rotinas ou padrões que aplico quando certas coisas acontecem. Quando coisas acumulam, posso escolher “deixar acumular” ou posso dizer que tenho que resolver pois aquele acúmulo vai me prejudicar.

Podem ser muitos emails, podem ser atividades de rotina.

Continue a ler “O que fazer quando as coisas acumulam?”

Como se responde ao que recém aconteceu?

A frase começa antes. No meu entendimento, a gente não controla o que acontece conosco. No meu entendimento, controlamos como respondemos ao que acontece conosco.

E na minha prática, é a partir da quantidade de prática que eu sou capaz de responder ao que acontece comigo. É a partir da consistência de prática e do entendimento daquilo que pratico e tenho consciência. Envolve pensamento sistêmico e como eu entendo as diferentes partes e conexões.

Continue a ler “Como se responde ao que recém aconteceu?”

Você pode ir do seu jeito. Garanta que você tem espaço para cair.

Caia na real. Mesmo que o seu caminho dê certo, ainda assim você vai aprender algo. Você está prestando atenção?

Ir do seu jeito pode ser pior. Pode ser mais ainda, se você for de qualquer jeito. Aqui não falo sobre controle, falo sobre consciência do que se faz.

Aqui falo também sobre fazer DE propósito.

Continue a ler “Você pode ir do seu jeito. Garanta que você tem espaço para cair.”

Menos expectativa, mais resultado.

Ou mais prática, simplesmente?

Faz um tempo, eu fiz uma palestra falando sobre expectativa, falando sobre estabelecimento de metas e resultados.

Tava assistindo ela novamente. E fiquei pensando sobre a parte da expectativa.

Eu busco definir sempre baixas expectativas, e pra dizer a verdade, tenho uma prática de esperar sempre o pior.

Continue a ler “Menos expectativa, mais resultado.”