Eu tenho um padrão para criar projetos paralelos. Quer criar um? Olha como faço para preparar os meus.

E de nenhuma forma isso é algo parecido com uma bala de prata. É a forma como eu me organizo para criar um projeto paralelo. É resultado do entendimento que tenho dos padrões que reconheci ao longo dos anos de todos projetos que participei, todos projetos que coloquei energia.

Continue a ler “Eu tenho um padrão para criar projetos paralelos. Quer criar um? Olha como faço para preparar os meus.”

Seja uma pessoa de mais “acabativa” do que de iniciativa! Será? E quem inicia? Quem cria?

Essa é uma frase clássica, de não ser uma “pessoa de muita iniciativa e pouca acabativa“. Que muitas pessoas iniciam coisas e não terminam. Que estas pessoas precisam atuar nestes “pontos fracos”!

O que significa “acabativa” para os padrões corporativos (industriais e exploratórios) do trabalho no Brasil?

Aqui começam os problemas. O primeiro de todos: iniciar (descoberta) e terminar (entrega) são naturezas de trabalho diferentes.

Continue a ler “Seja uma pessoa de mais “acabativa” do que de iniciativa! Será? E quem inicia? Quem cria?”

Se eu pudesse eu não faria nada, nem esse post. Certo, mas esse eu fiz.

Você já teve estes momentos de pensar em “se eu pudesse“? Eu estava ouvindo Wander Wildner e parei pensando na frase. Pensei também o que nos impede muitas vezes. O pensamento de outras pessoas aparece em muitas conversas que tenho sobre este assunto. A decisão nunca é organizada, é sempre subjetiva no impacto que outras pessoas podem achar.

Continue a ler “Se eu pudesse eu não faria nada, nem esse post. Certo, mas esse eu fiz.”

Os dois minutos e a pessoa otimista… não subestime o tempo para iniciar e fechar uma tarefa de “dois minutos”.

No GTD (Getting Things Done) tem um lance do workflow sobre o que fazer quando uma tarefa aparece na sua frente e ela demora 2 minutos. Essa técnica é tida como uma bala de prata por muitos “gurus da produtividade“, em seus blog posts de topo de funil para converter galera nos seus serviços. Serve também como indicação para deixar de procrastinar, sair da inércia, acabar com a preguiça e garantir dentes limpos e sem cáries! 😛

Deu pra entender que eu não vou concordar com essa regra né? Vamos nessa.

Continue a ler “Os dois minutos e a pessoa otimista… não subestime o tempo para iniciar e fechar uma tarefa de “dois minutos”.”

Tem tempo de expectativa de vida. E o tempo de vida da expectativa, tem?

Expectativa tem relação com esperar algo. Com desejar algo. Até com sonhos. E nas estatísticas existe uma que é sobre a expectativa de vida. Fiquei pensando no tempo de vida de expectativas.

Até quando dá para esperar?

Continue a ler “Tem tempo de expectativa de vida. E o tempo de vida da expectativa, tem?”

Interdependente. Ou a importância do “nós”.

Tem muita coisa que eu faço que só depende de mim e precisa atender somente a mim. Esta escrita aqui por exemplo, é um caso. Eu escrevo para praticar e deixo pro mundo, para o caso de ressoar para alguém. Não tenho uma necessidade de conexão ou que você goste do que eu escrevo. Nem eu preciso gostar exatamente, mas é o que deu pro dia. 🙂

Agora… em muitos casos, na grande maioria das situações da minha vida, eu preciso de pessoas e pessoas precisam de mim para que certas coisas aconteçam.
Exemplo, este blog funcionar, o domínio ser encontrado, eu poder ter luz e computador para escrever, ler livros, falar e conviver com pessoas que me inspiram, projetos diversos para fazer coisas acontecerem… e assim temos a interdependência!

Continue a ler “Interdependente. Ou a importância do “nós”.”